domingo, 29 de julho de 2012

DIÁRIO DA LUA CHEIA – 08

Para manter o blog vivo, uma postagem (um pouco atrasada) dedicada a um ótimo e produtivo final de semana em Porto Alegre onde participei da I Odisséia de Literatura Fantástica, nos dias 27 e 28 de abril.

Sobre o evento em si, o que posso dizer é que foi excelente. Painéis instigantes, muitos livros por preços bem acessíveis nas bancas das editoras, ótima participação do público, vendas acima das expectativas e presença marcante de grandes escritores. Tudo isso em um lugar belíssimo, aconchegante e organizado de forma exemplar, em um clima de receptividade e camaradagem como poucas vezes vi anteriormente em eventos de literatura.

Fiquei particularmente contente em participar do simpósio, pois Porto Alegre foi a quarta cidade de três diferentes estados onde estive autografando o livro JARBAS e ajudando a divulgar a literatura licantrópica. 

Também foi uma grande satisfação rever escritores e amigos como MD Amado, Celly Borges, Rober Pinheiro, Silvio Alexandre, Giulia Moom, e poder conhecer pessoalmente vários outros como Daniel Borba, Douglas Eralldo, Roberto Causo e Marcelo Paschoalin.

Deixo aqui meus parabéns aos organizadores Duda Falcão, Christopher Kastensmidt, Cesar Alcázar e um agradecimento especial a todos que compareceram e prestigiaram esse belo evento.

E que venha a II Odisséia de Literatura Fantástica!






2 comentários:

  1. Feliz em conhecer seu blog e já seguindo você.
    Vi a sua participação em Porto Alegre imagino ser um dia muito especial na vida de um escritor.
    Em 19 de Agosto estarei na Bienal do Livro em SP onde será o lançamento do meu primeiro livro.
    Estou super feliz creio sera um dia para nunca mais esquecer.
    Um abraço amigo,Evanir.

    ResponderExcluir
  2. ASAS
    (Pacto dos Anjos)

    Você era um anjo
    Que decidiu voltar às estrelas
    Implorei para que não fosse
    Nas estrofes de um singelo poema.

    “Meu Sonho”, eu lhe dediquei,
    Mas, ao ouvi-lo, partiu,
    Em silêncio permaneci e chorei...

    Mas, como por encanto retornou...

    Levou-me para bem longe
    Próximo à beira do mar.
    Retirou suas asas
    Oferecendo-as às ondas insanas.

    Bem longe dali, uma criança triste estava,
    Sem esperança de andar e de viver.
    As ondas, agora serenas,
    Entregaram-lhe um presente...

    Ao tocá-las, seus pés se moveram,
    Seu coração voltou a bater mais feliz,
    Sua alma e seu espírito outrora em conflitos
    Em paz agora estavam em vigília...


    *poema de Agamenon Troyan, autor do livro
    (O Anjo e a Tempestade)
    SKYPE: tarokid18

    ResponderExcluir